ACORDA, PAÍS DAS BUNDAS

Num email que recebi do Giovanni Bianco, fiquei sabendo mais sobre a comentada edição de setembro da “Vanity Fair”, que tem o Brasil como tema e sua estrela-maior, Gisele, na capa. Também tem Caetano e Camila Pitanga, fotografados pelo Testino. Também tem textos que dizem que “o presidente do Brasil é quase um analfabeto que saiu da pobreza para governar um país que faz tudo que Hollywood gostaria de contar. No Brasil eles não sentem dor nem responsabilidade. Tudo o que eles sentem é inflar grandes expectativas e bundas. É o país mais vaidoso do mundo, valendo de sua aparência, seu bronzeado, seus glúteos e biquínis. O Brasil se olha todo dia no espelho e ama o que vê. Imagine o que é se sentir assim.”
Pena, hein? E a gente fica aqui entregando medalhas…

Anúncios

10 opiniões sobre “ACORDA, PAÍS DAS BUNDAS

  1. Nooossa, tinha lido que tinha uns textos pesados, mas ta assim mesmo? Brasileiro eh muito ingenuo mesmo. Bem, fora a historia do monte de celebridade que foi ao Rio para fotografar se sentindo suuuper importante, e na revista saiu como figurante, se saiu.

    Bjo!

  2. É verdade que aqui tem essa coisa da vaidade extrema, cheia de megaloucas plastificadas e, de fato, preocupadas com a própria bunda. Mas acho que não dá para eles passarem metade do ano aqui, sendo ultrabajulados, para depois fazer um “resumão” deste numa revista que sai no mundo inteiro. Como se a única coisa que tem de importante aqui fosse a Gisele…Achei raso e desrespeitoso.

  3. eu comentei umas coisas sobre esse editorial lá no meu blog ontem. ele é beeeeem diferente do editorial (lindo!) fotografado pelo testino pra vogue paris. não gostei das fotos e também não penso que o jornalista fala absurdos no texto… acho que ele fala mtas verdades. o pior de tudo, é que tem mta gente se gabando pela matéria + editorial + texto na vanity fair. é, e a gente aqui entregando medalhas hahaha.

    😉

  4. Oi Camila, legal sua observação, concordo.
    A Nylon também publicou um texto bem pejorativo sobre o Brasil recentemente.A verdade, acho, é que o autor do texto, o editor da Vanity Fair e os “estadosunidenses” não estão interessados em nada além dos esteriotipos do Brasil.
    Acho que cabe a nós bajularem menos os gringos e valorizaramos mais o que temos aqui.
    É aquela velha história clichê – “para ser respeitado, tem que se respeitar primeiro”.
    parabéns pelo blog, to adorando.beijos

  5. Eu não vi a matéria, mas pelo que ando lendo por aí, mesmo pegando pesado, o jornalista falou muitas verdades. Agora, fico me perguntando o que as “celebrities” brasileiras que sairam na revista acharam disso tudo. Será que estão orgulhosos ou ficaram envergonhados?

  6. Pingback: Descolex

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s