MADAMY

amy-2.jpg

Nunca tinha dado bola para Amy Winehouse. Não tenho muita paciência para essas meninas problemáticas, Britneys e Paris da vida. Quando ela apareceu, baixei o cd, fiquei meio que com “Rehab” na cabeça, até toco de vez em quando, e só isso. Bom, antes de ontem, num momento de tédio zapeando a TV com sua programação cada vez mais entediante, caí no Multishow, que exibia o show que ela fez no Sheperds Bush, de Londres, e que agora virou DVD. Fiquei totalmente hipnotizada, especialmente quando ela cantou “Back to Black”, que agora não paro de escutar.
A voz, aquele cabelão absurdo, aquele jeito de cantar, meio como negra. Às vezes nem dá para entender o que ela fala. Daí não sabia se ela estava muito bêbada ou forçando no “black accent”, pois bem que tinha um copo suspeito que parecia vodka lemmon.

Bem lá para trás, algumas antenas fashion já caíram de amor por ela, como Hedi Slimane, que assina a foto PB desse post; Karl Lagerfeld, que colocou modelos na passarela com o cabelão a la Amy; e a M.A.C, que na coleção passada se inspirou na forma como ela faz sua maquiagem, com delineador, meio de qualquer jeito.

Mas naquele momento sozinha no sofá gostei de tudo: da roupa, dos gestos, das dancinhas, da voz, das músicas, das letras. Por enquanto a sensação está durando…

amy.jpg

Anúncios

3 opiniões sobre “MADAMY

  1. Adorei seu post, adoro a Amy mas tb comecei achando que ela era apenas uma maluca tipo a Britney mas quando conheci melhor o som, me apaixonei, é pedida certa no meu mp3! rs Aliás, na época, fiz um post similar ao seu. bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s