PARADISE CITY

fogos.jpg

O Réveillon é a data mais simbólica do ano para mim. Detesto quando alguma coisa não dá certo e já acho que é sinal de má sorte no ano que entra. Há tempos parei de encanar em ter a virada de ano da vida. Seja na minha casa no Sertão do Una, seja em São Paulo, seja em qq outro lugar, posso ter a noite mais simples do mundo, mas não pode faltar ao menos uma pessoa que amo e uma boa champagne. Até no silêncio eu já passei.

Este ano fizemos o caminho inverso e viajamos no Natal para passar o ano novo aqui. E foi surpreendentemente muito gostoso. Fomos convidados pelo Farinha para passar na casa do Pedro e da Ilana, da galeria Polinésia. O prédio fica num lugar alto da cidade, e tem o luxo de uma vista aberta, limpa e gigante. Nossa meia-noite foi um espetáculo pois víamos os fogos de artifício da cidade inteira, até onde nossos olhos podiam alcançar. Ao som de “Paradise City”, do Guns, e outras delícias como “Maggie”, do Rod Stweart, que eu amo, e “Oh Yoko!”, que vocês sabem de quem é.

Uma virada colorida e feliz com reencontro no dia 1 na casa do pai da Cla.
Um ano IN-CRÍ-VEL para todos nós!!!

Anúncios

2 opiniões sobre “PARADISE CITY

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s