FOI DE ARREPIAR

ale.jpg

Quandos as luzes se apagaram e começou “aquela” música da Laurie Anderson, já me deu um frio na barriga gigante. Ela por si só já tem o poder de causar um clima enorme. Junta-se à euforia que sempre antecede um desfile do Alexandre e a gente se vê num daqueles momentos de de faltar fôlego.

Eu tenho um caso com essa música. Lá atrás, quando eu era muuuuito jovem e estudava teatro, participei de uma montagem da peça “O Despertar da Primavera” (Frank Wedekind). Era minha primeira peça e eu ainda fazia o papel da protagonista Wendla Bergman. A peça é um retrato do universo adolescente, no final do século 19, e mostra a descoberta sexual e a busca pelo amor numa sociedade (e em tempos) super repressivos. E a minha cena mais forte tinha como trilha essa faixa da Laurie. Putz… Fiquei super emocionada, na hora me voltou um monte de coisa, memórias gostosas perdidas que, novamente, se diluíram ali naquelas roupas.

Hoje cedo, quando entrei na sala de imprensa, as televisões exibiam o desfile e eu não pude deixar de parar para rever. E, mais uma vez, a sensação se repetiu.

anderson31.jpg

Anúncios

2 opiniões sobre “FOI DE ARREPIAR

  1. Cami, adorei te encontrar aqui no Rio. Acabei me enrolando e não fui a Sp. Estou aí na segunda para uma matéria, vou tentar encontrar o povo na Bienal. Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s